27/08/2014

CORINTHIANS 27/8/2014



em 27/08/2014 02h44

Torcida ignora horário, e Timão chega a Cuiabá com festa e carreata
Delegação alvinegra desembarca no fim da noite para duelo contra o Bragantino, nesta quarta. Cerca de mil corintianos festejam e acompanham ônibus


Por Diego Ribeiro


Se depender da empolgação da torcida em Cuiabá, o Corinthians tem condições de vencer e encaminhar sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, contra o Bragantino, às 22h (horário de Brasília), na Arena Pantanal. Centenas de corintianos ignoraram o horário e, quase à meia-noite de terça para quarta, fizeram carreata pelas ruas da cidade para receber o time do coração no aeroporto. O Timão enfrenta o rival pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio.


A delegação do Corinthians desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon por volta de 0h (23h no horário local). Era impossível sair pelo saguão, já que os torcedores se aglomeraram nos principais portões do aeroporto. De acordo com a Polícia Militar, cerca de mil corintianos acompanharam o desembarque.

Torcedores fazem a festa na chegada do Timão à capital mato-grossense (Foto: Diego Ribeiro)


O ônibus buscou os passageiros na pista. Quando saiu em direção ao hotel, às 0h30 (23h30 em Cuiabá) uma bateria animou a torcida local com o hino do Corinthians e alguns gritos comuns nos estádios. Impressionados, os jogadores acenaram e aumentaram a euforia de quem estava do lado de fora.

Dezenas de carros e motos acompanharam o trajeto, que teve buzinaço e hino do Corinthians tocado no último volume. Após um percurso que durou meia hora, a chegada no hotel foi mais tranquila, já que uma grande área de acesso foi bloqueada pela PM. Assim, os jogadores desceram com tranquilidade. Alguns deles acenaram novamente para a torcida.

Como de costume, o Corinthians ganhou o carinho da massa (Foto: Diego Ribeiro)


A quarta-feira será de descanso para os corintianos, que ficam concentrados no hotel até horas antes da partida. Com elenco completo, o Timão espera arrancar um bom resultado em Cuiabá, com torcida quase toda a favor, para jogar mais tranquilo em São Paulo, dia 3 de setembro, quando terá quatro desfalques: Gil e Elias estarão com a seleção brasileira, Guerrero com a peruana, e Lodeiro com a uruguaia.

O avançado da hora não intimidou o torcedor corintiano (Foto: Diego Ribeiro)




.
Joel HF ‏@JHF_Oficial  3 min
Recepção calorosa em Cuiabá!! Com o @Corinthians sempre pic.twitter.com/pEWZ5GVOYZ
27/08/2014 02h02

Torcida ignora horário, e Timão chega a Cuiabá com festa e carreata
Delegação alvinegra desembarca no fim da noite para duelo contra o Bragantino, nesta quarta. Cerca de mil corinthianos festejam e acompanham ônibus


Comente agora


Se depender da empolgação da torcida em Cuiabá, o Corinthians tem condições de vencer e encaminhar sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, contra o Bragantino, às 22h (horário de Brasília), na Arena Pantanal. Centenas de corintianos ignoraram o horário e, quase à meia-noite de terça para quarta, fizeram carreata pelas ruas da cidade para receber o time do coração no aeroporto. O Timão enfrenta o rival pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio.


A delegação do Corinthians desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon por volta de 0h (23h no horário local). Era impossível sair pelo saguão, já que os torcedores se aglomeraram nos principais portões do aeroporto. De acordo com a Polícia Militar, cerca de mil corintianos acompanharam o desembarque.


O ônibus buscou os passageiros na pista. Quando saiu em direção ao hotel, às 0h30 (23h30 em Cuiabá) uma bateria animou a torcida local com o hino do Corinthians e alguns gritos comuns nos estádios. Impressionados, os jogadores acenaram e aumentaram a euforia de quem estava do lado de fora.


Dezenas de carros e motos acompanharam o trajeto, que teve buzinaço e hino do Corinthians tocado no último volume. Após um percurso que durou meia hora, a chegada no hotel foi mais tranquila, já que uma grande área de acesso foi bloqueada pela PM. Assim, os jogadores desceram com tranquilidade. Alguns deles acenaram novamente para a torcida.

A quarta-feira será de descanso para os corinthianos, que ficam concentrados no hotel até horas antes da partida. Com elenco completo, o Timão espera arrancar um bom resultado em Cuiabá, com torcida quase toda a favor, para jogar mais tranquilo em São Paulo, dia 3 de setembro, quando terá quatro desfalques: Gil e Elias estarão com a seleção brasileira, Guerrero com a peruana, e Lodeiro com a uruguaia.


.



Publicidade

Corinthians Paulista ‏@Corinthians  58 seg

Obrigado torcida de Cuiabá pela incrível festa na chegada da delegação. Estamos em casa. #VaiCorinthians

FIEL RECEPCIONA CORINTHIANS EM CUIABÁ: video

26/08/2014

CORINTHIANS 26/08/2014



27/08/2014 02h02

Torcida ignora horário, e Timão chega a Cuiabá com festa e carreata
Delegação alvinegra desembarca no fim da noite para duelo contra o Bragantino, nesta quarta. Cerca de mil corinthianos festejam e acompanham ônibus


Comente agora


Se depender da empolgação da torcida em Cuiabá, o Corinthians tem condições de vencer e encaminhar sua classificação para as quartas de final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, contra o Bragantino, às 22h (horário de Brasília), na Arena Pantanal. Centenas de corintianos ignoraram o horário e, quase à meia-noite de terça para quarta, fizeram carreata pelas ruas da cidade para receber o time do coração no aeroporto. O Timão enfrenta o rival pelo jogo de ida das oitavas de final do torneio.


A delegação do Corinthians desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon por volta de 0h (23h no horário local). Era impossível sair pelo saguão, já que os torcedores se aglomeraram nos principais portões do aeroporto. De acordo com a Polícia Militar, cerca de mil corintianos acompanharam o desembarque.


O ônibus buscou os passageiros na pista. Quando saiu em direção ao hotel, às 0h30 (23h30 em Cuiabá) uma bateria animou a torcida local com o hino do Corinthians e alguns gritos comuns nos estádios. Impressionados, os jogadores acenaram e aumentaram a euforia de quem estava do lado de fora.


Dezenas de carros e motos acompanharam o trajeto, que teve buzinaço e hino do Corinthians tocado no último volume. Após um percurso que durou meia hora, a chegada no hotel foi mais tranquila, já que uma grande área de acesso foi bloqueada pela PM. Assim, os jogadores desceram com tranquilidade. Alguns deles acenaram novamente para a torcida.


A quarta-feira será de descanso para os corintianos, que ficam concentrados no hotel até horas antes da partida. Com elenco completo, o Timão espera arrancar um bom resultado em Cuiabá, com torcida quase toda a favor, para jogar mais tranquilo em São Paulo, dia 3 de setembro, quando terá quatro desfalques: Gil e Elias estarão com a seleção brasileira, Guerrero com a peruana, e Lodeiro com a uruguaia.


.



Publicidade

Corinthians Paulista ‏@Corinthians  58 seg
Obrigado torcida de Cuiabá pela incrível festa na chegada da delegação. Estamos em casa. #VaiCorinthians
FIEL RECEPCIONA CORINTHIANS EM CUIABÁ: video

Mano avisa que Corinthians precisa de reforços

26/08/2014 22:44:07


Treinador volta a fazer alerta para suprir os desfalques por convocações

Na próxima semana, o técnico Mano Menezes terá quatro desfalques: Gil, Elias, Guerrero e Lodeiro, todos convocados para suas seleções (Brasil, Peru e Uruguai). Preocupado, o treinador do Corinthians voltou a falar na necessidade de reforços para a equipe.

"Podemos não ter prejuízo nenhum, mas cabe a mim, como chefe do comando técnico, mostrar isso para os meus dirigentes. Podemos não ter lesão, suspensão por cartão ou convocados, mas a probabilidade maior é de que não seja assim", afirmou Mano.

"O ideal é que a gente esteja preparado. Não tínhamos a situação da convocação do Gil, por exemplo, nem gostaríamos de ter perdido o Cleber. São duas situações no mesmo setor", completou.O próximo adversário do Corinthians é o Bragantino, pela partida de ida da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 22h, na Arena Pantanal, em Cuiabá.






Bragantino x Corinthians: Mano faz mistério e não revela escalação

Lodeiro - Corinthians
© Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Por Mounique Vilela
26/08/2014 20:55:58


Porém, Lodeiro deve ser mantido no meio-campo para duelo nesta quarta, na Arena Pantanal

Visando o confronto com o Bragantino, nesta quarta-feira, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o técnico Mano Menezes fechou o último treino do Corinthians e não revelou a equipe que começará a partida após a derrota por 2 a 1 para o Grêmio.

Nicolás Lodeiro ganhou a vaga de Renato Augusto no meio-campo no último jogo e deve permanecer na equipe, enquanto Fagner deve perder espaço.

O Corinthians deve começar o jogo da seguinte forma: Cássio; Fagner (Ferrugem), Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano e Paolo Guerrero.






Gobbi faz aproximação a Nilmar, e Timão aguarda agente para negociar
Presidente alvinegro entra em contato com empresário, avalia negócio por Nilmar e espera encontro para discutir.

Felipe Bolguese e Lucas Faraldo - 26/08/2014 - 20:54

O Corinthians espera reduzir valores para, enfim, encaminhar a contratação de Nilmar.
Até agora, Timão e o agente do atacante, Orlando da Hora, nunca sentaram para negociar, algo que esperam fazer na próxima semana. Foi o presidente alvinegro, Mário Gobbi Filho, que fez diretamente por telefone uma consulta e ouviu valores na casa dos R$ 600 mil mensais de salários, mais R$ 2 milhões de luvas. O Timão respondeu ser inviável, pois além de considerar o salário alto, lembrou que nem para Elias, ídolo do clube, pagou luvas para contratá-lo do Sporting (POR) há alguns meses.

Da Hora está no Qatar com um advogado para resolver as últimas pendências com o El Jaish, clube com o qual Nilmar tinha contrato e tem valores a receber. Antes, ele havia informado apenas que estava na Espanha. O contato com o agente tem sido difícil e, por isso, os corintianos não estão otismistas.

Gobbi já se encontrou com o empresário na metade de 2012, em seus primeiros meses de mandato presidencial, quando tentou contratar Nilmar. Na época, o atacante preferiu trocar o Villareal (ESP) pelo Al-Rayyan (EAU), mas o desejo do mandatário alvinegro nunca acabou. Atualmente, o clube vê a necessidade de mais um jogador para ser a referência do ataque, além de Guerrero.





















Bragantino x Corinthians se enfrentam pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil
o Corinthians entra em campo contra o Bragantino, nesta quarta-feira, na Arena Pantanal, às 22h. O time do interior disputa atualmente a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, enquanto o Timão está na primeira.


Com dúvidas no ataque, o técnico Mano Menezes fechou o último treino antes do jogo e não confirmou a equipe. Romero pode voltar ao time titular, no lugar de Luciano.

FICHA TÉCNICA

Bragantino x Corinthians

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data/Hora: 27/8/2014 – 22h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

Bragantino: Marcelo Henrique, Dick,Gustavo Carbonieri, Guilherme Mattis, Geandro, Bruno Recife,Marcos Paulo,Sandro, Lincom,Luisinho e Cesinha. Técnico: PC Gusmão

Corinthians: Cássio, Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano (Ángel Romero) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes





  26/08/2014 20h45

Corinthians aguarda agente voltar do Catar para ter reunião por Nilmar
Empresário do atacante está no Oriente Médio, onde finaliza pendências do atacante com ex-clube. Timão deve ter novidades a partir de quinta-feira


Por Rodrigo Faber
O Corinthians aguarda o retorno do empresário do atacante Nilmar, Orlando da Hora, que está no Catar, para agendar uma reunião e tentar contratar o jogador. Com interesse declarado pelo atleta há algumas semanas, o Timão esperava o fim do vínculo entre do atacante com o El Jaish. A presença do agente no país do Oriente Médio é justamente para finalizar essa questão e ouvir, enfim, as propostas dos clubes interessados em contar com Nilmar. O clube do Parque São Jorge deve ter novidades a partir de quinta-feira.


A diretoria alvinegra deixou claro que não teria pressa na negociação, mas a necessidade de um atacante no elenco é evidente. Paolo Guerrero, titular da equipe, foi convocado pela seleção peruana e desfalcará o Timão em pelo menos três partidas. O fato deixa o técnico Mano Menezes preocupado, já que a postura do Corinthians no setor ofensivo não vem agradando: Luciano, Ángel Romero e Romarinho disputam a vaga ao lado de Guerrero, mas pecam pela instabilidade.


O principal entrave na negociação entre Corinthians e Nilmar, inicialmente, deve ser o salário. O clube já deixou claro que não fará “loucuras” para contar com o atacante, que recebia quase R$ 1 milhão por mês no El Jaish. Enquanto o Timão está disposto a pagar cerca de R$ 350 mil, sem luvas ou comissões, o estafe do jogador deve abrir as conversas pedindo ao menos R$ 600 mil. Logo que Nilmar se tornou disponível no mercado, o empresário dele avisou aos interessados que não se tratava de um atleta barato.


A cautela financeira do Corinthians já ficou clara na negociação com o atacante Marcelo, do Atlético-PR. Apalavrado e com salários acertados, o jogador acabou não se transferindo para o Timão pela falta de acordo entre os clubes em relação à forma de pagamento dos direitos econômicos do atleta. Nilmar, por estar sem contrato com outro clube, é tratado como uma boa oportunidade pela diretoria.


A saída conturbada do atacante, que passou pelo Corinthians entre 2005 e 2007, é relevada internamente. Há um consenso sobre a necessidade de contratar um parceiro para Paolo Guerrero. Nilmar é um nome que agrada Mano Menezes e se encaixa no perfil requisitado pelo técnico, que desde o Campeonato Paulista vem alertando para a necessidade de um jogador de peso para o setor ofensivo.


o 26/08/2014 20h11min04)
Corinthians esquece Brasileiro para buscar vantagem sobre Bragantino
Helder Júnior


 Corinthians voltou as suas atenções para a Copa do Brasil. Às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, estará no gramado da Arena Pantanal para tentar abrir vantagem no confronto de oitavas de final com o Bragantino.
“Vamos dar uma paradinha no Campeonato Brasileiro e pensar na Copa do Brasil para o time não se confundir todo”, comentou o técnico Mano Menezes, evitando se preocupar com os pontos corridos neste momento. O seu desejo agora é transmitir respeito pelo Bragantino.
“O Corinthians é o favorito para ganhar o jogo, mas, enquanto a bola não rola...”, aprendeu o meia Jadson. “A equipe deles não é boba Teremos que entrar firmes, pressionando”, avisou.
A favor do Corinthians, está a Arena Pantanal. O Bragantino decidiu levar a partida para um dos estádios utilizados na Copa do Mundo para lucrar e atraiu muitos torcedores corintianos da região. “Isso aí é muito bom, né? Mas faz bastante calor lá”, observou Jadson.
Mano não revelou quem colocará ao lado de Jadson na armação de jogadas do Corinthians. Petros virou apenas opção enquanto aguarda julgamento no Tribunal Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o que fez o uruguaio Lodeiro e Renato Augusto passarem a disputar a posição.
Lodeiro foi utilizado domingo, em que o Corinthians pensava em deixar a sua defesa um pouco mais protegida. Com o time precisando de contundência para conquistar uma boa vantagem sobre o Bragantino, Renato Augusto voltou a ser uma alternativa bastante considerável.
No ataque, Luciano não foi bem após marcar três gols em Corinthians 5x2 Goiás e ganhar a posição do paraguaio Romero. É provável que, ainda assim, ele ganhe mais uma oportunidade como companheiro de Guerrero, embora Mano tenha fechado o último treinamento para o jogo contra o Goiás e não dado pistas sobre a escalação corintiana.
FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO X CORINTHIANS
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 27 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Vicente Romano Neto (ambos de SP)
BRAGANTINO: Marcelo Henrique; Dick, Gustavo Carbonieri, Guilherme Mattis e Bruno Recife; Geandro, Marcos Paulo, Jackson Caucaia e Luisinho; Nunes e Cesinha
Técnico: Paulo César Gusmão
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano e Guerrero

Técnico: Mano Menezes


Mano Menezes fala sobre início da disputa das oitavas de final do Corinthians
20h07 26/08/2014 - FutebolAgência Corinthians


© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansTimão encara o Bragantino nesta quarta às 22h


Na tarde desta terça-feira (26), no CT Dr. Joaquim Grava, o Corinthians fez o último treinamento antes da disputa das oitavas de final da Copa do Brasil. Na sala de imprensa, o técnico Mano Menezes comentou os trabalhos realizados para o primeiro jogo contra o Bragantino.
"O que trabalhamos foi em cima do Bragantino, temos respeito por essas virtudes e treinamos em cima disso, trabalhamos as nossas jogadas, isso que se faz no treino. A privacidade (o treino foi fechado à imprensa) é para evitar que isso seja exposto nos jornais", disse Mano.

A partida será realizada nesta quarta, às 22h, em Cuiabá-MT. A capital mato-grossense é tradicional reduto de corinthianos. Mesmo jogando fora de casa, Mano Menezes conta com o apoio da Fiel.

"Seremos visitantes, mas em uma condição favorável. É bom jogar diante de um torcedor que não vê com frequência, isso dá uma obrigação maior para nós, precisamos oferecer a esse torcedor um jogo de maior qualidade", continuou.

Antes de finalizar, o treinador analisou o adversário do Timão.

"O que vale é o jogo em campo, passamos para a equipe o Bragantino diante do São Paulo, que é diferente do Bragantino da Série B. Não podemos cair nessa para não ter o mesmo destino de outros", falou. "Vai depender do Corinthians, são adversários que têm idéia clara de como vai jogar, retrai no campo e sai com vários jogadores para atacar. Se não fizer bem, vai dar espaços ao Bragantino, como tiveram em outros jogos. Queremos que seja posse de bola com objetividade", completou Mano Menezes.

Para a partida de volta, que acontecerá na Arena Corinthians no dia 03 de setembro, os ingressos estão à venda pelo www.fieltorcedor.com.br/ingressos






LANCEPRESS! - 26/08/2014 - 20:01
Corinthians enfrenta o braga pelo jogo de ida das oitavas da Copa do Brasil
O Corinthians entra em campo contra o Bragantino, nesta quarta-feira, na Arena Pantanal, às 22h
Caso confirme o favoritismo e elimine o time do interior da competição, o Timão só terá rivais da primeira divisão pela frente e vai seguir com essa marca.

Com dúvidas no ataque, o técnico Mano Menezes fechou o último treino antes do jogo e não confirmou a equipe. Romero pode voltar ao time titular, no lugar de Luciano
FICHA TÉCNICA

Bragantino x Corinthians

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data/Hora: 27/8/2014 – 22h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

Bragantino: Marcelo Henrique, Dick,Gustavo Carbonieri, Guilherme Mattis, Geandro, Bruno Recife,Marcos Paulo,Sandro, Lincom,Luisinho e Cesinha. Técnico: PC Gusmão

Corinthians: Cássio, Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano (Ángel Romero) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes




26 de agosto de 2014 • 20h35

Torcida do Corinthians se prepara para lotar Arena Pantanal


Mais de quatro mil torcedores do Corinthians vão recepcionar o time que chega nesta terça-feira à noite, por volta das 23h, no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande. O time vem a Cuiabá (MT) para a partida dessa quarta-feira, contra o Bragantino, pela Copa do Brasil, na Arena Pantanal, que sediou quatro jogos da Copa do Mundo.

Corinthianos devem lotar Arena PantanalFoto: Alan Morici / Terra
 A Associação dos Corinthianos de Tchapa e Cruz (ACTC), informa que mais de 95% dos ingressos disponibilizados foram vendidos.

A Associação se chama de “Tchapa e Cruz”, porque esta é uma expressão local, que se refere a quem nasce e morre na capital mato-grossense e tem paixão pela cidade. No caso da ACTC, a paixão se estende à camisa alvinegra também.

Dos times de relevância nacional, o Corinthians tem a maior torcida em Cuiabá e será recebido com muita festa. A ACTC, que existe desde 2005, articula 3,5 mil torcedores, conforme o presidente Victor Martins Bernardes.
Ele destaca que não se trata de torcida organizada, mas uma associação de torcedores.

O presidente da Associação dos Corinthiano  acredita que nesse cenário não haverá brigas e violência, inclusive porque, segundo ele, isso não acontece em Cuiabá. “Aqui não temos essa vibe. Vamos levar bandeiras do time e cartazes da campanha pela redução do preço dos ingressos”. Um ingresso na Arena Corinthians tem custado em torno de R$ 180. Na Arena Pantanal, saiu por R$ 70.

O time do Corinthians ficará hospedado no Hotel Odara, o mesmo que abrigou a comitiva da Fifa durante os jogos da Copa do Mundo em Cuiabá.









Romero faz golaço em treino do Corinthians por LANCETV






















Mano Menezes fala sobre início da disputa das oitavas de final da Copa do Brasil 
pelo Corinthians
20h07 26/08/2014 - FutebolAgência Corinthians




© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansTimão encara o Bragantino nesta quarta às 22h


Na tarde desta terça-feira (26), no CT Dr. Joaquim Grava, o Corinthians fez o último treinamento antes da disputa das oitavas de final da Copa do Brasil. Na sala de imprensa, o técnico Mano Menezes comentou os trabalhos realizados para o primeiro jogo contra o Bragantino.
"O que trabalhamos foi em cima do Bragantino, temos respeito por essas virtudes e treinamos em cima disso, trabalhamos as nossas jogadas, isso que se faz no treino. A privacidade (o treino foi fechado à imprensa) é para evitar que isso seja exposto nos jornais", disse Mano.

A partida será realizada nesta quarta, às 22h, em Cuiabá-MT. A capital mato-grossense é tradicional reduto de corinthianos. Mesmo jogando fora de casa, Mano Menezes conta com o apoio da Fiel.

"Seremos visitantes, mas em uma condição favorável. É bom jogar diante de um torcedor que não vê com frequência, isso dá uma obrigação maior para nós, precisamos oferecer a esse torcedor um jogo de maior qualidade", continuou.

Antes de finalizar, o treinador analisou o adversário do Timão.

"O que vale é o jogo em campo, passamos para a equipe o Bragantino diante do São Paulo, que é diferente do Bragantino da Série B. Não podemos cair nessa para não ter o mesmo destino de outros", falou. "Vai depender do Corinthians, são adversários que têm idéia clara de como vai jogar, retrai no campo e sai com vários jogadores para atacar. Se não fizer bem, vai dar espaços ao Bragantino, como tiveram em outros jogos. Queremos que seja posse de bola com objetividade", completou Mano Menezes.

Para a partida de volta, que acontecerá na Arena Corinthians no dia 03 de setembro, os ingressos estão à venda pelo www.fieltorcedor.com.br/ingressos.




Corinthians reserva até 70% de novo patrocínio para contratar atacante

Perrone26/08/2014 17:41

Para atender ao pedido de Mano Menezes, o Corinthians está disposto a usar na contratação de mais um atacante até 70% do dinheiro que vai receber da Carsystem, nova patrocinadora do clube. A marca estampa os ombros da camisa corinthiana desde 15 de agosto e assinou contrato até dezembro.

A direção corinthiana admite gastar até R$ 5,8 milhões para bancar o novo atacante por um ano. O patrocínio renderá cerca de R$ 8,2 milhões.

A intenção do clube é desembolsar no primeiro ano de contrato do futuro jogador até R$ 400 mil mensais e luvas de R$ 1 milhão. Essa é a proposta máxima que os alvinegros estão dispostos a fazer para Nilmar, o preferido de Mano. Após o primeiro ano, outros recursos seriam usados.

Após uma sondagem inicial, o clube fez na semana passada um contato formal com o empresário do atleta para dar inicio à negociação, que até segunda-feira estava na estaca zero.

Além de um atacante, o Corinthians também quer um zagueiro para substituir Cléber, negociado com o Hamburgo, da Alemanha.








26/08/2014 19h32

Corinthians relaciona 22 jogadores para o jogo contra o Bragantino
Sem desfalques, Mano tem força máxima para a primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. Equipe não terá quatro titulares no confronto de volta


Por Rodrigo Faber
Sem desfalques, Mano Menezes relaciona 22 jogadores (Foto: Marcos Ribolli)

O técnico Mano Menezes relacionou 22 jogadores para a partida contra o Bragantino, nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), na Arena Pantanal, em Cuiabá. O confronto é válido pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. A delegação alvinegra viaja à capital do Mato Grosso ainda na noite desta terça. Sem jogadores suspensos ou vetados pelo departamento médico, o Timão tem força máxima para tentar encaminhar a vaga à próxima fase.


Os titulares foram a campo nesta terça, mas sob sigilo: Mano fechou parte do treinamento, e a imprensa só pôde acompanhar um trabalho de finalizações no campo. A tendência é que ele mantenha Nicolás Lodeiro no meio-campo – o uruguaio agradou à comissão técnica na vaga de Renato Augusto, no último domingo

O jogo de volta entre Corinthians e Bragantino, na Arena Corinthians, está marcado para o dia 3 de setembro. Com Gil, Elias, Lodeiro e Guerrero convocados para suas respectivas seleções, o Alvinegro terá de se virar com o que tem à disposição no elenco. A diretoria segue em busca de um zagueiro e de um atacante, posições em que o elenco é considerado carente no atual momento.


Veja a lista de relacionados do Corinthians:


Goleiros: Cássio, Danilo Fernandes e Walter.
Laterais: Fagner, Fábio Santos, Ferrugem e Uendel.
Zagueiros: Gil, Anderson Martins e Felipe.
Volantes: Ralf, Elias e Bruno Henrique.
Meio-campistas: Lodeiro, Jadson, Renato Augusto, Petros e Danilo.
Atacantes: Luciano, Paolo Guerrero, Ángel Romero e Romarinho.












26 de agosto de 2014 • 20h15

Corinthians esquece Brasileiro para buscar vantagem sobre Bragantino


Helder Júnior

O Corinthians voltou as suas atenções para a Copa do Brasil. Às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, estará no gramado da Arena Pantanal para tentar abrir vantagem no confronto de oitavas de final com o Bragantino.

"Vamos dar uma paradinha no Campeonato Brasileiro e pensar na Copa do Brasil para o time não se confundir todo", comentou o técnico Mano Menezes, evitando se preocupar com os pontos corridos neste momento. O seu desejo agora é transmitir respeito pelo Bragantino.

"O Corinthians é o favorito para ganhar o jogo, mas, enquanto a bola não rola...", aprendeu o meia Jadson, escaldado pelo fato de o adversário ter eliminado 5P na fase anterior. "A equipe deles não é boba, conseguiu desclassificar 5P. Teremos que entrar firmes, pressionando", avisou.

A favor do Corinthians, está a Arena Pantanal. O Bragantino decidiu levar a partida para um dos estádios utilizados na Copa do Mundo para lucrar e atraiu muitos torcedores corintianos da região. "Isso aí é muito bom, né? Mas faz bastante calor lá", observou Jadson.Mano não revelou quem colocará ao lado de Jadson na armação de jogadas do Corinthians. Petros virou apenas opção enquanto aguarda julgamento no Tribunal Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o que fez o uruguaio Lodeiro e Renato Augusto passarem a disputar a posição.

Lodeiro foi utilizado domingo, em que o Corinthians pensava em deixar a sua defesa um pouco mais protegida. Com o time precisando de contundência para conquistar uma boa vantagem sobre o Bragantino, Renato Augusto voltou a ser uma alternativa bastante considerável.

No ataque, Luciano não foi bem após marcar três gols na vitória do Corinthians por 5x2 sobre o Goiás e ganhar a posição do paraguaio Romero. É provável que, ainda assim, ele ganhe mais uma oportunidade como companheiro de Guerrero, embora Mano tenha fechado o último treinamento para o jogo contra o Goiás e não dado pistas sobre a escalação corintiana.


FICHA TÉCNICA
bragantino X CORINTHIANS

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 27 de agosto de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Vicente Romano Neto

bragantino: Marcelo Henrique; Dick, Gustavo Carbonieri, Guilherme Mattis e Bruno Recife; Geandro, Marcos Paulo, Jackson Caucaia e Luisinho; Nunes e Cesinha
Técnico: Paulo César Gusmão

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e 
Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano e Guerrero
Técnico: Mano Menezes


MANO RELACIONA 22 JOGADORES DO CORINTHIANS PARA AMANHÃ

26 DE AGOSTO DE 2014 ÀS 19:54 


Mano Menezes fez mistério sobre o possível Corinthians que vai enfrentar o Bragantino, pela Copa do Brasil, mas já relacionou os jogadores que estarão à sua disposição na Arena Pantanal. O comandante do Timão conta com força máxima nesta partida.

Respeitando o seu adversário, o técnico alvinegro resolveu não confirmar a equipe antecipadamente, mas pode manter o meia  Lodeiro no time, já que aprovou suas atuações nos 2 últimos jogos

Confira a lista dos relacionados do Corinthians:

Goleiros: Cássio, Danilo Fernandes e Walter
Laterais: Fagner, Fábio Santos, Ferrugem e Uendel
Zagueiros: Gil, Anderson Martins e Felipe
Volantes: Ralf, Elias e Bruno Henrique
Meio campistas: Lodeiro, Jadson, Renato Augusto, Petros e Danilo
Atacantes: Luciano, Guerrero, Romero e Romarinho




Mano Menezes fala sobre início da disputa das oitavas de final da Copa do Brasil 2014 pelo Corinthians
20h07 26/08/2014 - FutebolAgência Corinthians




© Daniel Augusto Jr/Ag. CorinthiansTimão encara o Bragantino nesta quarta às 22h


Na tarde desta terça-feira (26), no CT Dr. Joaquim Grava, o Corinthians fez o último treinamento antes da disputa das oitavas de final da Copa do Brasil. Na sala de imprensa, o técnico Mano Menezes comentou os trabalhos realizados para o primeiro jogo contra o Bragantino.
"O que trabalhamos foi em cima do Bragantino, temos respeito por essas virtudes e treinamos em cima disso, trabalhamos as nossas jogadas, isso que se faz no treino. A privacidade (o treino foi fechado à imprensa) é para evitar que isso seja exposto nos jornais", disse Mano.

A partida será realizada nesta quarta, às 22h, em Cuiabá-MT. A capital mato-grossense é tradicional reduto de corinthianos. Mesmo jogando fora de casa, Mano Menezes conta com o apoio da Fiel.

"Seremos visitantes, mas em uma condição favorável. É bom jogar diante de um torcedor que não vê com frequência, isso dá uma obrigação maior para nós, precisamos oferecer a esse torcedor um jogo de maior qualidade", continuou.

Antes de finalizar, o treinador analisou o adversário do Timão.

"O que vale é o jogo em campo, passamos para a equipe o Bragantino diante do São Paulo, que é diferente do Bragantino da Série B. Não podemos cair nessa para não ter o mesmo destino de outros", falou. "Vai depender do Corinthians, são adversários que têm idéia clara de como vai jogar, retrai no campo e sai com vários jogadores para atacar. Se não fizer bem, vai dar espaços ao Bragantino, como tiveram em outros jogos. Queremos que seja posse de bola com objetividade", completou Mano Menezes.

Para a partida de volta, que acontecerá na Arena Corinthians no dia 03 de setembro, os ingressos estão à venda pelo www.fieltorcedor.com.br/ingressos.






Mano explica motivo de treino secreto e deixa dúvida no meio-campo



Privacidade. Foi desta maneira que o Corinthians treinou na tarde de hoje no CT Joaquim Grava. A pedido de Mano Menezes os jornalistas não puderam acompanhar o trabalho realizado antes da partida contra o Bragantino, amanhã, pela Copa do Brasil.

Durante a entrevista coletiva concedida pelo treinador, ele revelou o motivo de tanto mistério às vésperas da partida de ida pelas oitavas de final do torneio nacional

- O que nós trabalhamos hoje é em função do nosso adversário, do Bragantino. Estudamos os pontos fortes do rival, o que nós temos que neutralizar e treinamos em campo, porque não adianta apenas ver é preciso praticar também. Trabalhamos ainda nossas jogadas que precisam ser repetidas e o motivo da privacidade é para que possamos corrigir tudo com tranquilidade sem expor algum jogador - explicou o treinador alvinegro.

A dúvida que Mano deixou é justamente sobre a equipe titular do Corinthians que entrará em campo amanhã, na Arena Pantanal. Lodeiro, Renato Augusto e Petro brigam por uma vaga no meio-campo. Também não se sabe se o treinador irá poupar algum atleta já de olho no Brasileirão.

O Corinthians embarca nesta noite para Cuiabá, local onde acontecerá a partida contra o Bragantino amanhã, às 22h.







HOJE DE NOVO CORINTHIANS FEZ TREINO FECHADO A IMPRENSA, QUE SÓ VIU TRABALHO DE FINALIZAÇÕES
ESPECULA-SE QUE VOLANTE PETROS, COM EFEITO SUSPENSIVO POSSA VOLTAR AO TIME E DÚVIDA FICAR ENTRE MEIA RENATO AUGUSTO E LODEIRO (TV GAZETA), ASSIM CORINTHIANS PROVÁVEL COM CÁSSIO, FÁGNER, CLÉBER, GIL E FÁBIO SANTOS, RALF, PETROS, RENATO AUGUSTO OU LODEIRO E JÁDSON, ROMERO E GUERRERO





26 de agosto de 2014 • 18h54

Corinthians esconde escalação para enfrentar o Bragantino


Helder Júnior



Adepto do mistério, o técnico Mano Menezes não abriu mão de mais um treinamento sem a presença da imprensa na véspera da partida contra o Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A escalação do Corinthians para a partida, embora sem muitas dúvidas, está indefinida.

"Só amanhã", avisou Mano, sorrindo. "A privacidade é para que a gente possa trabalhar e corrigir os erros com tranquilidade, sem expor esse ou aquele atleta. A intimidade é importante para nós", continuou.

Mano não gosta da repercussão que as palavras ditas em treinamentos possam ganhar. Quando o meia Jadson chegou ao Corinthians, por exemplo, o técnico se irritou com a exposição de algumas brincadeiras que o goleiro Julio Cesar fez com seu hoje ex-companheiro.

Desta vez, o foco está no parceiro de meio-campo de Jadson. Mano deixou claro que ainda prefere não utilizar Petros, à espera de julgamento no Tribunal Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e mantém a dúvida entre Lodeiro e Renato Augusto.

O uruguaio, que estreou no segundo tempo da goleada sobre o Goiás, ganhou a oportunidade de ser titular na derrota para o Grêmio. Jogando fora de casa, Mano teoricamente precisava de um jogador com maior poder de marcação. Contra o Bragantino, é importante abrir vantagem de gols.No ataque, o Corinthians utilizou Luciano na vaga que era de Romero em Porto Alegre. Autor de três gols sobre o Goiás, a novidade não foi bem e passou a correr o risco de já perder o seu espaço entre os titulares.

Se Mano não inovar, contudo, a formação do Corinthians para enfrentar o Bragantino será a mesma da partida anterior: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Lodeiro e Jadson; Luciano e Guerrero.



Corinthianos prometem barulho na passagem do Timão por Cuiabá
Publicado em terça, 26 agosto 2014 16:35

Desde que foi anunciada a partida entre Bragantino e Corinthians na Arena Pantanal, em Cuiabá, os torcedores do Timão na Capital mato-grossense vivem um clima de euforia. Fato que pode ser percebido inclusive, pela procura intensa por ingressos para esta partida. A expectativa é de que este jogo registre um dos recordes de público do estádio.

Antes mesmo de o time entrar em campo, os torcedores prometem uma recepção calorosa aos jogadores. O time deve desembarcar no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por volta das 23h, desta terça-feira (26), local onde será recebido por centenas de torcedores.

Em meio ao ‘bando de loucos’ estarão presentes membros da Associação Corintianos de Tchapa e Cruz (ACTC). “Vamos nos reunir primeiramente na sede da Associação e por volta das 21 horas devemos partir para o Aeroporto”, afirmou um dos representantes da ACTC, Victor Hugo Martins Bernardes.

Segundo ele, a estimativa é reunir pelo menos 4 mil torcedores para a recepção do Corinthians.

Na quarta (27), data do confronto – válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil – os torcedores devem começar a movimentação em torno da Arena Pantanal por volta das 16h, embora a partida esteja marcada para as 21h (horário local).

Ainda segundo Bernardes, torcedores das torcidas organizadas do Corinthians, também irão participar da festa em Cuiabá. “Amanhã deve chegar à Cuiabá, de cinco a seis ônibus da Gaviões da Fiel, da Pavilhão 9, Camisa 12 e da Estopim da Fiel”, afirmou ele.


A passagem do Corinthians em Cuiabá também deverá ser marcada por manifestaçao pacífica em apoio ao movimento "Por um Corinthians Popular". Movimento este, liderado por torcedores incomodados com os altos valores cobrados pelos ingressos na nova Casa do Timão, bem como a uma série de direitos que se perderam desde a inauguração do novo estádio, entre eles, a gratuidade para crianças e idosos.

“Nossa ideia é sempre apoiar o time, mas de uma forma pacífica queremos também protestar, especialmente, contra esses valores exorbitantes que estão sendo cobrados nas partidas da capital paulista”, comentou Victor Hugo Bernardes.

Ele reiterou, no entanto, que os membros da ACTC devem realizar uma manifestação extremamente pacífica levando, por exemplo, cartazes a Arena Pantanal. “Queremos mesmo é fazer barulho na passagem do nosso time aqui na Capital”, finalizou o torcedor.



Bragantino x Corinthians – Confronto paulista em pleno Pantanal
Massa Bruta levou a partida para Cuiabá em busca de renda maior
26/08/2014 18:20por Agência Futebol Interior
, 26 (AFI) – Com a expectativa de recorde de público na Arena Pantanal, em Cuiabá,Bragantino e Corinthians se enfrentam no local nesta quarta-feira, às 22 horas, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Massa Bruta levou a partida para a arena da Copa do Mundo em busca de uma renda maior.

FORA DE CASA?
Ainda que atue como visitante na partida, o Corinthians vê a partida desta quarta-feira como uma boa oportunidade para já impor o seu melhor futebol. Ciente de que a maior parte dos torcedores presentes serão corinthianos, o meia Jadson pede uma atitude querer a vitória a todo momento para o time.

“Temos de nos impor no jogo porque somos favoritos e temos jogadores de seleção. Precisamos jogar bem para poder resolver na partida de volta, na Arena. Mas também temos de estar atentos porque eles têm um bom time, tanto que conseguiram desclassificar o São Paulo”, disse o meia.

Sem desfalques, mano Menezes deve repetir a mesma escalação que utilizou no último final de semana. A única dúvida está no meio-campo. Lodeiro pode perder a vaga para Renato Augusto. A vaga será decidida pelo técnico corintiano horas antes de a bola rolar.

FICHA TÉCNICA
bragantino x CORINTHIANS
Oitavas de final
27/08/2014
22h00
Arena Pantanal, em - Cuiabá ()
Árbitro
Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes
Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) e Vicente Romano Neto (SP)


Bragantino-SP
Marcelo Henrique;
Dick, Gustavo Carbonieri , Guilherme Mattis e Bruno Recife;
Geandro, Marcos Paulo, Jackson Caucaia (Sandro) e Luisinho;
Nunes e Cesinha (Léo Jaime).
Técnico: Paulo César Gusmão.

CORINTHIANS
Cássio;
Fágner, Anderson Martins, Gil e Fábio Santos;
Ralf, Elias, Lodeiro (Renato Augusto) e Jadson;
Luciano e Guerrero.
Técnico: Mano Menezes.








Corinthians x Fluminense – Venda online termina nesta quarta-feira
17h28 26/08/2014 - IngressosAgência Corinthians




Termina nesta quarta-feira (27) a venda online de ingressos para a partida entre Corinthians e Fluminense, que acontecerá na Arena Corinthians. Válido pelo Brasileirão, o duelo será disputado no domingo (31), às 16h. Os torcedores interessados podem garantir os bilhetes pelowww.fieltorcedor.com.br/ingressos.

Pelo site, também estão à venda os ingressos para o jogo contra o Bragantino, que acontecerá na próxima quarta-feira (03/09), às 22h, na Arena Corinthians. O duelo é válido pela Copa do Brasil.




























Corinthians Paulista @Corinthians · 10 min

Nesta segunda-feira, 1/9, o Corinthians comemora 104 anos de vida. Declare seu amor com #ParabénsTimão e apareça no site alvinegro.





MEIA JÁDSON DIZ QUE CORINTHIANS RESPEITA O BRAGANTINO, MAS TEM QUE SE IMPOR LOGO NO JOGO DE IDA PARA PODER GARANTIR A CLASSIFICAÇAO NA ARENA CORINTHIANS

Corinthians busca entrosar nova zaga com Gil e Anderon Martins
LANCEPRESS! - 26/08/2014 - 09:07)
O Corinthians tem a melhor defesa do Brasileirão, mas a quantidade de gols sofridos nos últimos dois jogos acendeu o sinal de alerta no CT Joaquim Grava. Após levar apenas sete gols nas 15 primeiras partidas da competição, o Timão foi vazado quatro vezes em Corinthians 5x2 goias e gre 2x1 Corinthians – dois em cada. 

A diferença tem feito torcida e comissão técnica buscarem explicações. Duas possibilidades são cogitadas. A começar pela postura da equipe. Não há dúvida de que, em relação aos jogos anteriores, o Corinthians foi mais ofensivo. A busca pelo gol contra Goiás e Grêmio foi maior e, não por acaso, a equipe finalizou 40 vezes. A volúpia no ataque abriu espaços, buracos apareceram e os rivais aproveitaram. 

A segunda explicação está na troca de Cleber, que foi para o futebol alemão, por Anderson Martins, recém-chegado do Qatar – além da saída de Petros para a entrada de Renato Augusto e depois Lodeiro. Os 2 duelos (uma vitória e um revéz) foram os únicos com dois gols sofridos e, ambos, Gil teve Martins como companheiro. Para Jadson, é apenas coincidência.


– Acho que a zaga com Cleber e Gil estava entrosada, os dois sabiam posicionamento. Com o Anderson tem de ter um pouco de calma, é um belo zagueiro, tem muta técnica, joga firme, com tempo vai se entrosar com o Gil e a zaga estará como nos outros jogos, sem tomar gols – afirmou o camisa 10, que concedeu entrevista coletiva ontem à tarde.






Apesar de empates, Timão de Mano já está perto de igualar o de Tite em gols
Com 23 gols e a quatro de equiparar a artilharia do ano passado, Corinthians é a equipe que mais tem empates no Campeonato Brasileiro

26/08/2014 10h10 
De tirar o chapéu? Time de Mano faz em um turno número de gols que a equipe de Tite fez no torneio inteiro (Foto: Daniel Augusto Jr / Corinthians)

Por GloboEsporte.com*


Os principais motivos para o fim do ciclo de mais de três anos do técnico Tite  no comando do Corinthians foram o excesso de empates e a falta de gols do ataque corintiano, principalmente no Campeonato Brasileiro de 2013. Com oito meses de trabalho e em sua segunda passagem pelo clube, Mano Menezes  não conseguiu diminuir a quantidade de empates na campanha alvinegra - são sete, recorde no torneio atual, ao lado do Bahia. Mas já tem 23 gols anotados e está a quatro de alcançar os 27 feitos pela equipe em todo o Brasileirão do ano passado.


Com o final da 17ª rodada, o Timão possui 1,35 gol por jogo. Se mantiver essa média, o Alvinegro atingirá a marca de 51 gols ao final das 38 rodadas do Brasileirão. Seriam 28 gols a mais do que o Corinthians treinado por Tite conseguiu na competição de 2013.


O Timão é a segunda equipe que mais finaliza no campeonato. Até a última rodada, foram 210 chutes ao gol adversário. Neste quesito, somente o Sport, com 212 tentativas, é superior.


– Realmente, o Mano cobra bastante para arriscarmos durante os jogos. Quando tivermos uma oportunidade, ele pede para chutarmos porque, de longe, podemos surpreender o goleiro – afirmou Jadson.


Porém, como na época de Tite, a defesa é o ponto mais forte da equipe alvinegra, já que é a menos vazada, com 11 gols sofridos, dois a menos que o segundo melhor neste aspecto.


O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, para encarar Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na Arena Pantanal, às 22h (de Brasília), em Cuiabá.







Corinthians chega no fim da noite e não treinará na Arena Pantanal

Publicado Terça-Feira, 26 de Agosto de 2014, às 11:25
Sergio Barzaghi/Gazeta Press





Cuiabá já começa a vivenciar o clima do jogo entre Bragantino e Corinthians, pela Copa do Brasil de 2014, que acontece na próxima quarta-feira (27), ás 21 horas (horário de Mato Grosso). As duas equipes chegam nesta terça-feira (26) na capital mato-grossense onde ficarão concentradas para a partida. Apenas o Bragantino treinará na Arena Pantanal. Timão poderá realizar treinamento na quinta-feira (28) no Centro Oficial de Treinamento (COT) da UFMT.


O Corinthians chegará somente no fim da noite desta terça-feira, por volta das 23 horas e ficará hospedado no Hotel Odara. A assessoria de imprensa da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) informou ao Olhar Copa que a equipe não fará nenhum treinamento na Arena Pantanal, palco do jogo desta quarta-feira. Ainda há a possibilidade de que um dia após a partida, o ‘Timão’ realize um treinamento no Centro Oficial de Treinamento (COT) da UFMT antes de seguir viagem de volta para a capital paulista.

Diversos corinthianos já se mobilizam para acompanhar a chegada do time alvinegro. Os torcedores planejam ir até o aeroporto para recepcionar a delegação do timão. Ainda não foi informado se os jogadores descerão direto da pista em um ônibus ou se irão sair pelo saguão do terminal.


Ingressos

O preço dos ingressos ficou definido da seguinte forma: setores Norte, Sul, Leste e Oeste inferior R$ 50 (meia) R$ 100 (inteira); setores Norte, Sul, Leste e Oeste superiores R$ 35 (meia) e R$ 70 (inteira). O camarote para 15 pessoas com Open Bar de Água, Refrigerante e Open Food de petiscos custará R$ 3 mil (o que daria R$ 200 por pessoa).


Os ingressos já estão sendo vendidos nos seguintes pontos: Casa de festa (Shopping Três Américas, Pantanal e Goiabeiras), Casa de Esporte Várzea Grandense, Bilheteria do Aecim Tocantins e através do site (www.ingressosmt.com.br.). A corrida para adquirir a entrada as entradas para ver o ‘Timão’ em Cuiabá já começou e é provável que a partida aconteça com ‘casa cheia’.










26/08/2014 - 10h42
Jadson pede calma com Anderson Martins e projeta sucesso do beque no Timão




Com a saída de Cleber, negociado com o Hamburgo (ALE), Gil ganhou a companhia de Anderson Martins na zaga do Corinthians.  Jadson, companheiro de equipe dos beques, vê a falta de entrosamento dos dois defensores.

– Acho que a zaga com Cleber e Gil estava entrosada, os dois sabiam posicionamento, Mano já tinha os dois bem entrosados. Com o Anderson tem de ter um pouco de calma – comentou o camisa 10 do Timão em entrevista concedida no CT Joaquim Grava.

Com 11 gols sofridos, o Corinthians ainda ostenta a marca de melhor defesa do Campeonato Brasileiro. A equipe dos zagueiros Anderson Martins e Gil, porém, levou, por duas vezes seguidas, dois gols na mesma partida. Tal feito não havia sido registrado com a dupla Cleber e Gil desde o início da competição.

Dentro do Corinthians, o clima é de otimismo. Não à toa Jadson rasgou elogios a Anderson Martins e disse confiar no sucesso da nova dupla de zaga do Corinthians.


– É um belo zagueiro, tem muta técnica, joga firma, com tempo vai se entrosar com o Gil e a zaga estará como nos outros jogos, sem tomar gols diante dos rivais – projetou o meia.

Jadson, Anderson Martins e Gil voltam a campo na próxima quarta-feira. O Corinthians enfrenta o Bragantino, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), pelas oitavas de final da Copa do Brasil.













APÓS ACORDO CORINTHIANS QUITA IMPOSTOS
26/08/2014 - 11h36

Na última sexta-feira, o Corinthians pagou ao governo federal R$15 milhões sobre impostos. As informações do jornal "Folha ".
Segundo a publicação, o valor total do débito é de 31,8 milhões e o clube conseguiu um desconto de R$16,8 milhões para realizar a quitação. O valor pago seria referente aos impostos não pagos entre julho e dezembro de 2010.
Já de acordo com o site "ESPN", o Timão conseguiu levantar o dinheiro através de adiantamentos com a Globo e com a Federação Paulista de Futebol relacionados às cotas de TV e do Campeonato Paulista de 2015 a que tem direito, respectivamente.







"Tenho que me tornar melhor, mais completo", admite corinthiano  Junior Cigano
26/08/2014 11h20 - Atualizado em 26/08/2014 11h33

Junior Cigano no CT de MMA do Corinthians (Foto: Ivan Raupp)

Por Ivan Raupp e Diogo Venturelli

A mentalidade de concentrar o trabalho no que se tem de melhor ficou para trás. Com as duas derrotas dominantes para o campeão Cain Velásquez  , o peso-pesado Junior Cigano  aprendeu que era preciso ir além, incrementar o jogo, ter a maior evolução possível também nas demais áreas para, assim, tornar-se um lutador mais completo. Com esse novo pensamento, ele enfim conseguiu se desprender um pouco do boxe. Saiu de sua zona de conforto em Salvador e, ainda contando com o apoio de seu mestre Luiz Dórea, juntou-se à Nova União, no Rio de Janeiro, onde ganhou uma visão diferente do renomado Dedé Pederneiras.

- As coisas têm melhorado. Tenho aprendido uma nova forma de encarar as coisas, um novo método de treinamento e de ensino. Isso vai agregar muito ao meu estilo de luta. Uma coisa que está muito clara é que tenho que me tornar melhor, mais completo. Claro que vou priorizar o boxe, porque é uma coisa que realmente gosto de fazer, e acredito muito nas minhas mãos. Mas tenho que me tornar um lutador mais completo, preparado para lutar em qualquer área, tanto no chão, quanto derrubando, usando as quedas a meu favor e as defendendo também - disse, em entrevista ao Combate.com no CT de MMA do Corinthians, no Pq Sao Jorge.

O que também estava faltando para Cigano, segundo o próprio, era melhorar a parte psicológica. Não no sentido de que fosse inconstante mentalmente, nada disso. O problema é que, segundo o próprio, faltava seguir uma estratégia de luta traçada de acordo com o adversário em vez de tentar resolver sempre com um nocaute ou uma finalização.

- Eu com certeza tenho condições de enfrentar qualquer um no mundo, mas acho que é mais a cabeça, o seu entender, o psicológico, do que o trabalho físico e a técnica. Sempre treinei wrestling, jiu-jítsu, boxe, muay thai, mas na hora das lutas eu priorizo o boxe. É uma coisa que acaba sendo natural. Então, a partir do momento em que eu conseguir colocar isso na minha cabeça, que eu preciso estar apto a usar qualquer arte marcial na hora da luta para buscar a vitória... Porque muitas vezes não é só nocaute e finalização que funcionam. Às vezes você tem que jogar para pontuar também.

Cigano disse ainda que seu head coach (treinador principal) hoje não é nem Dedé Pederneiras nem Luiz Dórea, e sim os dois, e que acha importante fazer mais lutas para botar em prática esse novo método de combate antes de ter a chance de encarar Velásquez novamente. E ele acredita no potencial do compatriota Fabricio Werdum  na disputa de cinturão no UFC 180, dia 15 de novembro, exatamente contra Cain.

A seguir, veja a entrevista com Junior Cigano na íntegra:

Combate.com: Você recentemente quebrou o dedo da mão, depois machucou o joelho. Dá para dizer que está numa maré de azar?
Junior Cigano: Não diria maré de azar. Na verdade não cheguei a sofrer a lesão do joelho. Quando aconteceu a lesão da mão, e tive que desistir da luta (contra Miocic) para focar na recuperação, do nada o joelho começou a doer. Eu não estava treinando. Acho que a gente acaba convivendo com a dor e às vezes não consegue nem entender o que realmente está acontecendo. Quando parei para recuperar a mão, o joelho começou a doer. Foi meio estranho. Mas fiz os exames, não tem nada. É só a dor mesmo. O médico me recomendou muita fisioterapia, que ainda estou fazendo. Estou buscando a recuperação para ficar 100% novamente.Tenho que me tornar um lutador mais completo, preparado para lutar em qualquer área, tanto no chão, quanto derrubando"
— sobre seu novo estilo de luta

Hoje você está em quantos por cento?
Graças a Deus estou muito bem já. Faltam detalhes só. Estou perto dos 100% fisicamente.

Para quando você planeja seu retorno? Teremos card no Brasil em outubro, novembro e dezembro. Tem o card do México em novembro. Enfim...
Quero voltar o mais rápido possível, até porque em outubro vai fazer um ano que não luto. Isso tem me deixado maluco (risos). Amo fazer o que faço, e a gente faz isso para viver também, então quero voltar logo, até para me manter em dia nos treinamentos. Meu normal é treino e competição, então quero voltar ao normal o mais rápido possível. Estou vendo como as lesões estão respondendo. Correndo tudo bem, acho que já posso marcar minha próxima luta. Na melhor das expectativas, novembro seria uma data boa para mim. Quero muito lutar antes do final do ano. Novembro seria bem legal, talvez na segunda metade do mês.

A luta que todo mundo estava querendo ver no peso-pesado era você contra o Stipe Miocic. É essa a luta que você quer para o seu retorno?
Não escolho adversário, nunca escolhi nem vou escolher. Acho que a gente tem que lutar contra todos, e quero enfrentar sempre os melhores. Acho que o Miocic está vindo muito bem, vindo de grande vitórias, e acho que seria, sim, uma luta bem interessante para o público e para o próprio UFC. E para mim também. Ele é um cara que vem do wrestling, tem quedas boas, também prioriza o boxe. Eu já estava estudando o jogo dele. Seria uma luta muito boa, mas a gente tem outros atletas no UFC e, seja quem for, vou estar me preparando da melhor maneira possível.

O que mudou no Cigano desde que ele foi para a Nova União?
Depois que comecei a ter a ajuda do professor Dedé Pederneiras e do time da Nova União, acho que acabei agregando valores bem significativos à minha carreira. As coisas têm melhorado. Tenho aprendido uma nova forma de encarar as coisas, um novo método de treinamento e de ensino. Isso vai agregar muito ao meu estilo de luta. Uma coisa que está muito clara é que tenho que me tornar melhor, mais completo. Claro que vou priorizar o boxe, porque é uma coisa que realmente gosto de fazer, e acredito muito nas minhas mãos. Mas tenho que me tornar um lutador mais completo, preparado para lutar em qualquer área, tanto no chão, quanto derrubando, usando as quedas a meu favor e as defendendo também.


E é nisso que o Dedé tem te ajudado bastante?
O Dedé tem me ajudado bastante. Ele é um cara muito inteligente, não é à toa que concorre sempre nas eleições de melhor treinador do ano. O jeito de ele enxergar a luta é um jeito bem experiente e diferente. É difícil você alcançar isso. Acho que ele, junto do professor Dórea, vão fazer um trabalho bem legal e vão me deixar muito bem preparado para as minhas lutas.

Quem é seu head coach: Dedé, Dórea, ou os dois têm o mesmo peso?
Os dois ocupam a mesma função. Como tenho ficado mais no Rio de Janeiro, o Dedé tem assumido a maior parte de tudo, mas sempre numa comunicação boa com todos. O pessoal da Nova União é muito junto, unido. O Dedé tem passado tudo para eles também, e tudo tem funcionado de uma maneira legal. Eu tenho gostado.

Você enfrentou o Cain Velásquez três vezes. O que ele te acrescentou como lutador? Qual a importância que ele teve e ainda tem na sua carreira?
Uma importância enorme. Foi o atleta mais importante que já enfrentei até hoje. Eu o tomei como experiência e aprendizado. Na minha opinião, ele demonstrou muita inteligência nas lutas. O time dele estava muito empenhado. A gente pôde perceber que o treinador dele estava muito preocupado para ele não me dar distância, não me deixar usar o boxe de jeito nenhum, ficar colado o tempo todo. Isso me impossibilitou de estar usando meu boxe, que é minha arma mais forte. Ele acabou frustrando meus ataques. Não me senti mais confortável para atacá-lo. Acho que eles estudaram bastante meu jogo, o que eu poderia trazer de desafio para ele. Na primeira luta eu o nocauteei, e depois ele veio muito mais preparado e focado. Eu o admiro como atleta, é um cara que tem de ser respeitado. Ainda estou aprendendo muito. O meu objetivo hoje é superá-lo. Quero superar o campeão. Na atualidade ele é o campeão, então quero superá-lo. E mesmo não sendo pelo título, seja qual for o motivo pelo qual vai acontecer essa luta, quero, sim, estar lutando contra ele novamente. Com essa experiência que tenho ganhado, acho que vou me tornar um lutador melhor, mais experiente e, com tudo isso, mais forte.Mesmo não sendo pelo título,
— sobre Cain Velásquez

Você já se considera pronto para enfrentár o Velásquez de novo? Ou isso ainda vai acontecer?
Eu com certeza tenho condições de enfrentar qualquer um no mundo, mas acho que é mais a cabeça, o seu entender, o psicológico, do que o trabalho físico e a técnica. Sempre treinei wrestling, jiu-jítsu, boxe, muay thai, mas na hora das lutas eu priorizo o boxe. É uma coisa que acaba sendo natural. Então, a partir do momento em que eu conseguir colocar isso na minha cabeça, que eu preciso estar apto a usar qualquer arte marcial na hora da luta para buscar a vitória... Porque muitas vezes não é só nocaute e finalização que funcionam. Às vezes você tem que jogar para pontuar também. Um dos maiores exemplos disso é o Georges St-Pierre. Normalmente as lutas dele seguiam todos os rounds, e ele é um cara muito inteligente. Ele fazia o que o outro não queria fazer. Se o cara queria boxear, ele queria o chão. Se o cara queria o chão, ele queria boxear, ficar em pé. Ou seja, é uma parte da estratégia bastante inteligente. Hoje o maior diferencial dos campeões está sendo isso, a inteligência na hora de lutar, a estratégia que estão trazendo para o octógono. Isso é uma colaboração muito grande do time também, pois ele acaba estudando muito o adversário e formulando uma estratégia que seja eficiente contra aquele determinado adversário. Você não tem que lutar igual contra todos.

Você acha importante fazer outras lutas antes de enfrentar o Velásquez de novo?
Com certeza. Não só para ganhar mais experiência, mas para ganhar na prática esse novo método que estou tentando adicionar ao meu repertório. E também para eu poder estar me qualificando novamente. Graças a Deus, pelos resultados que tive, acabei continuando como número 1 do ranking (de candidatos ao título) mesmo perdendo para o Velásquez. Hoje o Werdum passou à minha frente, mas sem muito sentido. Foi mais porque ele vai lutar pelo cinturão mesmo. Acho que tenho muito a agradecer a Deus por tudo que tem acontecido na minha vida. Espero estar aprendendo e evoluindo a cada dia que passa. Sei que, se o Velásquez ganhar, vou ter que fazer mais uma ou duas lutas para poder me qualificar a lutar com ele novamente. Mas não tenho medo de desafio. Estou aqui para enfrentar quem quer que seja até conseguir enfrentá-lo de novo.

Aproveitando que você falou dos campeões, quem você considera hoje o melhor lutador do mundo?
Quem eu considero hoje o melhor do mundo... Acho que o Velásquez e o Jon Jones brigam pela primeira posição. O Jon Jones é impressionante, é um fenômeno realmente. O Velásquez também, principalmente pelo condicionamento físico, que é incrível. O que ele consegue fazer como peso-pesado... Se apanhar cansa, bater cansa muito mais, e nas duas últimas lutas que a gente teve ele ficou cinco rounds batendo ali em cima, sem demonstrar cansaço. Isso é realmente extraordinário.

Um cara que você gostaria de enfrentar é o Overeem, certo? O Jon Jones se machucou recentemente num treino com ele, e não foi o primeiro, porque o holandês também já tinha machucado o Guto Inocente. O que você acha do Overeem?
Primeiro, te corrigindo na questão de enfrentar o Overeem, eu sinceramente não tenho vontade nenhuma de enfrentá-lo. Claro que, se o UFC disser que tenho de enfrentá-lo, ele vai ser o cara que quero enfrentar. Ele é um falastrão, gosta de polemizar as coisas, falar muita coisa e às vezes não fazer. Já marcaram duas vezes nossa luta, numa ele caiu no teste antidoping, na outra ele se machucou e não pôde aceitar. É um cara estranho. Ele é difícil, um bom lutador, não é à toa que conseguiu grandes vitórias na vida dele. Mas é um cara bastante polêmico e talvez até meio perdido na cabeça dele. Mas com certeza lesões acontecem no treinamento, e a gente não pode levar isso como maldade. Não sei exatamente o que aconteceu. Machucados acabam acontecendo, não à toa que machuquei num treino, onde os caras estavam me ajudando. Acho que pode ter acontecido a mesma coisa com o Jon Jones agora. De novo, não tenho realmente uma vontade de lutar contra o Overeem. Ele está sem nenhuma expressão agora, então não seria uma boa luta.

E teremos Velásquez contra Werdum em novembro. Quem você acha que vence e como vai ser a luta?
Acredito que será uma luta boa. Na minha opinião, o que o Werdum fez na última luta ele nunca tinha feito. Ele lutou muito bem. Lutou como nunca tinha lutado. E contra um cara dificílimo, que é o Travis Browne. (Browne) É um cara que impõe o jogo, bate forte, tem poder de nocaute e um ritmo bom de luta. Então, o que o Werdum fez naquela luta realmente me impressionou e me fez acreditar mais nele, acreditar que ele consegue ser campeão em cima do Velásquez. Claro que o Velásquez é favorito. Na minha opinião é bem favorito em qualquer luta, enfrentando qualquer peso-pesado de hoje em dia. Mas o Werdum tem, sim, chances de impor um jogo que possa dificultar. Tenho certeza que eles estão estudando bastante o Velásquez. No chão o Werdum é muito superior a ele, então não acho que o Velásquez vá derrubá-lo. O Velásquez vai tentar fazer mais ou menos o que fez comigo, manter na grade. Se for para o chão, o Velásquez não vai querer ficar ali trocando posição com o Werdum. Vai mandar levantar para de novo pressioná-lo contra a grade. Acredito que será uma luta muito boa. E lógico que vou torcer pelo Werdum. Como brasileiro, espero que esse cinturão volte para o Brasil.













Empresário de Nilmar finalmente procura Corinthians e dá início às negociações

Depois de alguns dias de espera, finalmente o empresário de Nilmar, Orlando da Hora, ligou para o Corinthians para dar início às negociações. O agente havia prometido que procuraria o clube paulista assim que resolvesse todas as pendências no Al-Jaish, do Catar, onde o atacante estava atuando antes da Copa do Mundo. Na primeira proposta, o representante do jogador fez a seguinte pedida: R$ 600 mil de salário e mais R$ 2 milhões de luvas, segundo apuração da reportagem.

Os valores já são menores do que aqueles que Orlando vinha comentando em conversas nas últimas semanas, o que lhe deu a fama de sem noção dentro do mercado brasileiro - chegou de volta ao Brasil querendo pelo menos R$ 1 milhão por mês, contando com direitos de imagens. Apesar de ter baixado, os números ainda estão distantes da realidade.

A cúpula do Parque São Jorge tem como prioridade repatriar o atleta, mas já decidiu que não fará nenhuma loucura e definiu que não topa pagar nenhum centavo de luvas, tampouco de comissão para concretizar a contratação do reforço, o que pode ser um grande obstáculo para o acerto com o empresário de Nilmar.

Já por dentro do que o agente poderia pedir ao Corinthians, o presidente Mario Gobbi afirmou neste domingo, para a Rádio Jovem Pan, que o futebol brasileiro já não comporta salários nessa faixa. "Ele é um grande jogador, não precisa provar mais nada para ninguém. Mas está numa faixa salarial que o futebol brasileiro já não comporta mais. Nem o Corinthians, nem qualquer clube no país", disse.

É exatamente por esse motivo que o time paulista entende estar sozinho hoje na briga pelo atacante. Os dirigentes do alvinegro receberam a informação de que o Internacional já abriu mão da negociação, por não ter condições financeiras de suportar os gastos com ele.

Sendo assim, o Coritnhians vai tentar diminuir os valores para poder contar com Nilmar ainda neste ano, mais uma opção para o setor ofensivo da equipe de Mano Menezes, que já conta com Guerrero, Romero, Luciano, Romarinho e Malcom, que veio da base, mas não alimenta muitas esperanças.

Questões jurídicas

Os dirigentes do Corinthians ainda não sabem, por exemplo, quais serão as condições jurídicas de Nilmar, depois da saída do Al-Jaish. Por conta da janela de transferência do Brasil, que fechou no último dia 14, há algumas questões que precisam ser verificadas para confirmar que o jogador estaria de fato liberado para vestir a camisa do Corinthians, ou de qualquer outra equipe brasileira. 

Orlando garantiu que ele está livre e pode, sim, acertar com qualquer time que quiser, sem nenhuma restrição. Disse que o atleta havia sido procurado por vários árabes, que estava desempregado e que iria tirar passaporte europeu, para eventuais propostas.











(26/08/2014 08h00min )

Jadson se vê bem, é líder em assistencias no Corinthians
Marcos Guedes

O meia Jádson tem oito gols no time, mas o último em jogos oficiais faz quase três meses

“Quando cheguei, consegui fazer bons gols e ajudar a equipe. Mas acho que tenho feito bons jogos. Meu índice no Corinthians é muito bom, só tive duas derrotas desde o começo do ano. Nem sei quantos jogos foram (27), mas são muitos. Uma hora, a bola vai sobrar de novo, e eu vou fazer os gols para ajudar o Corinthians”, previu.
Divulgação/Agência Corinthians


Jadson marcou em jogo oficial pela última vez no dia 1º de junho(foto: Rodrigo Coca)


Bola na rede à parte – Jadson é meia –, o camisa 10 alvinegro tem feito uma boa avaliação de seu desempenho. Ele conta com a confiança de Mano Menezes e, se não está marcando, é o líder em assistências, especialmente por suas cobranças de escanteio.



“Futebol é assim mesmo. Quando você consegue uma vitória, todos vão elogiar, falar bem de você do grupo. Quando a equipe não ganha, a maioria das pessoas critica bastante. Eu me doo bastante, na criação e na marcação, e estou contente com meu trabalho. Vou trabalhar firme para ajudar ainda mais”, concluiu.














Youtube oficial apresenta vídeo de Silvio Santos cantando o “Samba do Corinthians”


11h40 26/08/2014 - Redes Sociais

Agência Corinthians


Um dos grandes mitos da televisão Brasileira, Silvio Santos nunca deixou de expressar seu amor pelo Corinthians, até mesmo em seus programas. Em mais um vídeo do canal oficial do Timão no Youtube, o torcedor pode acompanhar Silvio homenageando o Alvinegro.

Conhecido por interpretar a famosa música “Coração Corinthiano”, Silvio mais uma vez brinda seus telespectadores com uma música de sua autoria. No “Samba do Corinthians”, o apresentador diz que quer ver o Corinthians “ensinar esta gente a jogar futebol” e ainda lembra: “Repare que quando ele perde, é porque francamente, o juiz foi ladrão”.


Agradecimento: Hamilton Kuniochi, do Acervo 80HJ, por ceder as imagens gravadas em VHS.


Confira o vídeo e a letra da música:




Depois de amanhã é domingo


Tomara que seja um domingo de sol


Irei de manhã à piscina


Pescar moreninhas com olhos de anzol




Depois de amanhã é domingo


Tomara que seja um domingo de sol


À tarde vou ver o Corinthians


Ensinar esta gente a jogar futebol!




Dá gosto torcer pro Corinthians


E ver a torcida vibrar de emoção


É meio Brasil empurrando


a Bandeira Alvi-Negra do seu coração




Quem é que não vê que o Corinthians


Nasceu com o destino de ser campeão


Repare que quando ele perde


É porque francamente o juiz foi ladrão...




É a minha opinião...












Corinthians 104 anos: A década de 60 - O jejum com títulos

10h 26/08/2014 - EspeciaisAgência Corinthians


© DivulgaçãoComandado por Wlamir Marques, basquete do Timão foi destaque na década de 60


A década de 1960 foi uma das mais sofridas para o torcedor corinthiano. De 1954 a 1977, o Timão viveu a maior seca de título dos 104 anos. Por esse motivo, a torcida alvinegra recebeu a alcunha de Fiel Torcida, pelo ato de ter crescido significativamente neste período, apesar do terrível jejum.

O Corinthians chegou a conquistar alguns títulos nesse período, porém não eram reconhecidos pela imprensa da época, como por exemplo, o Torneio Rio-5P de 1966 que acabou sendo dividido entre Corinthians, Santos-SP e Botafogo-RJ devido a Copa do Mundo naquele ano.

A grande força do Timão nos anos 60 foi o Basquete. A equipe comandada por Wlamir Marques contava com grandes nomes como Amaury Passos, Rosa Branca e Ubiratan e fez história ganhando três vezes a Taça Brasil (1965/66/69), o bicampeonato Sul-americano (1965/69), além de um importante vice-campeonato mundial na Espanha em 1966.

Mesmo sem ganhar títulos no futebol, surge no Timão um dos maiores craques que já vestiram a camisa alvinegra: Roberto Rivelino, cria da base do Corinthians. Riva fez sua estreia no time principal no ano de 1965 e logo passou a ser apelidado de “Reizinho do Parque” graças as suas jogadas impressionantes.

A década de 1960 ficou marcada também pela quebra de outro jejum em campeonatos paulistas. Em 06 de março de 1968, com gols de Paulo Borges e Flávio Minuano, o Corinthians venceu o clássico que ficou conhecido como o jogo da “Queda do Tabu”.











Timão rejeita oferta e tenta segurar Guerrero, maior salário do elenco


Procurado por clubes europeus, atacante deixou aberta possibilidade de sair. Clube corre para renovar e só recebeu proposta de empréstimo
26/08/2014 08h00 -
Paolo Guerrero, do Timão (Foto: Marcelo Braga)

Por Diego Ribeiro

O Corinthians se acostumou a receber sondagens periódicas de clubes europeus sobre a possibilidade de negociação do atacante Paolo Guerrero  . Aos 30 anos, o peruano sonha com nova passagem pelo continente, mas se diz focado em seu trabalho no Timão. O clube não abre mão de tê-lo além do vencimento do seu contrato, em julho de 2015. Por isso, ele será procurado rapidamente para discutir a renovação. A diretoria mostra confiança.

Guerrero já tem o maior salário do elenco corinthiano. O clube estuda a melhor maneira de valorizá-lo sem desobedecer a um teto financeiro colocado pela diretoria. Clubes da Inglaterra sondaram o jogador. O Corinthians, porém, só recebeu uma proposta oficial. E de empréstimo, do West Ham.

Com o elenco carente de um jogador com as mesmas características de Guerrero, o Corinthians só vai conversar se chegar uma proposta considerada acima da realidade.
– No papel, chegou apenas um clube interessado, por meio do Edu (Gaspar, gerente de futebol). Apenas pedi que respondesse agradecendo pelo interesse, mas não queremos negociá-lo. É praticamente impossível que isso aconteça, pois ele é o próximo com quem vamos renovar – afirmou o diretor de futebol Ronaldo Ximenes.

No clube, acredita-se que a renovação não será das mais difíceis de se concretizar. Ambientado ao Brasil e ídolo no Corinthians, Guerrero pode pesar o conforto em detrimento à adaptação em um novo ambiente. O atacante, porém, acredita que poderia se dar bem no futebol inglês.

O peruano é o artilheiro do Timão no Campeonato Brasileiro, com seis gols. Expulso neste domingo, ele vai fazer o técnico Mano Menezes quebrar a cabeça para armar o ataque. A diretoria ainda busca um nome com características semelhantes às de Guerrero. Nilmar é o nome preferido, mas as conversas sequer começaram. 











Corinthians se divide internamente por Vilson e André Dias para a zaga
Membros da comissão técnica e diretoria têm opiniões divergentes sobre qual zagueiro deve chegar. Clube quer mais um para fechar setor para o restante da temporada

Felipe Bolguese e Rodrigo Vessoni - 26/08/2014 - 07:30
O Corinthians está entre dois nomes para fechar a zaga para o restante da temporada: Vilson e André Dias. Os dois defensores dividem opiniões de membros da comissão técnica e da diretoria, que admitem que o elenco precisa de mais um zagueiro para a equipe seguir firme na briga por títulos, uma vez que o então titular Cleber foi vendido há pouco mais de uma semana.

Vilson não atua desde outubro, quando uma tendinite o afastou dos gramados. No início deste ano foi reprovado nos exames em um clube por um problema na cartilagem. Ele fez tratamento lá até maio e, depois, optou pelas instalações do CT Joaquim Grava. A expectativa é que ele já esteja em condições de jogo no próximo mês. A ala a favor avalia que ele tem qualidade para brigar pela titularidade e que, com 26 anos, ainda tem futuro e pode render lucros no futuro. A ala contra teme que sua condição física o impeça de jogar em alto nível neste ano.


No caso de André Dias, o jogador está sem clube desde o meio do ano, quando encerrou seu contrato com a Lazio (ITA). Sua qualidade técnica e experiência contam a favor, mas quem é contra destaca que ele já tem 35 anos, não está no auge físico e teria vida curta na carreira. Portanto, seria uma opção para curto prazo. Seu nome foi apresentado no clube e agradou, mas as chances de acerto já foram maiores do que as atuais.


Hoje, a zaga titular é formada por Gil e Anderson Martins. O primeiro foi convocado para a Seleção Brasileira e, se agradar, será desfalque da equipe pelos próximos anos. No elenco, Mano ainda conta com Felipe e o jovem Pedro Henrique, que subiu da base neste ano.